A importância do tratamento de efluentes

16.mar.2018

Entenda o que é um efluente e qual a melhor maneira de tratá-lo

Para começar a falar de tratamento, precisamos entender o que é um efluente. A palavra significa “aquilo que flui”. Por uma definição mais técnica, efluentes são resíduos domésticos ou industriais que são lançados no meio ambiente. Assim, podemos dizer que são quaisquer líquidos ou gases provenientes da atividade humana descartados na natureza.

As características de cada efluente vão depender da sua origem. Poderão conter substâncias orgânicas, inorgânicas, poluentes ou não, biodegradáveis ou não…. O principal fator de poluição do ar (aí enquadram-se a chuva ácida, efeito estufa, inversão térmica, etc.) nas grandes cidades é o lançamento de efluentes gasosos por indústrias e transportes.

EFLUENTES LÍQUIDOS

Numa visão mais ampla, são líquidos provenientes de esgotos sanitários, lixões, redes pluviais e agricultura (tudo resultado de atividades humanas)…. O efluente líquido de origem doméstica é aquele resultante da utilização da água em descargas de vasos sanitários, chuveiro, pias, lavagem de pisos e roupas e até mesmo a água da chuva que escorre pelas calhas.

De acordo com a Norma Brasileira — NBR 9800/87, efluente líquido industrial é o despejo líquido proveniente do estabelecimento industrial. Compreende emanações de processo industrial, águas de refrigeração poluídas, águas pluviais poluídas e esgoto doméstico.

EFLUENTES INDUSTRIAIS

São aqueles que, obviamente, são originados nas indústrias.  Sua composição varia do ramo de cada empresa, podendo resultar em efluentes reutilizáveis ou em material carregado de compostos tóxicos. Estes são os que devem ser tratados! É importante lembrar que todo tipo de empreendimento gera, também, efluentes sanitários.

Um dos grandes dilemas encontrados pelas indústrias é justamente dar um destino adequado para os resíduos da empresa. Principalmente esses poluidores, uma vez que a fonte geradora é juridicamente responsável pelo resíduo até o seu destino final. Por exemplo, caso algum aterro venha a apresentar problemas no futuro, a responsabilidade será das empresas que lá depositam seus resíduos.

TRATAMENTO

Por sorte, a legislação vigente e a conscientização da sociedade têm aumentado muito a cobrança para que essas indústrias desenvolvam métodos e processos para tratar seus efluentes e assim evitar a contaminação do solo, ar, rios, lagos e oceanos. Elas podem recorrer a diversos tratamentos (biológicos ou físico-químicos por exemplo). A Ação Consultoria Ambiental atua no mercado com esses tipos de tratamento, através de uma equipe altamente qualificada que opera estações de tratamento diretamente nas empresas. Lá é realizado o monitoramento adequado através de análises laboratoriais, controle operacional para garantir a qualidade do tratamento dentro dos parâmetros da legislação vigente e o trabalho do reuso dos efluentes.

Para saber mais entre em contato pelo telefone (41) 3029-6798, pelas nossas redes sociais ou mande e-mail para comercial@acaoconsultoriaambiental.com.br.